A José Maria Silva Pereira (1954 - 2010)

As palavras que ficaram por dizer há um ano.

Quando admiramos as pessoas ficamos chocados com o seu desaparecimento. Eu admiro aqueles que sabem dizer não. Que não acompanham o rebanho e defendem o seu ponto de vista discordante, quer eu concorde com ele ou não. Só esse tipo de pessoas me merece confiança. José Maria Silva Pereira era assim: inconformado, como o deve ser um espírito esclarecido; lutador, como todo o humanista genuíno; provocador, como é o verdadeiro artista. Quantas discussões terminámos em desacordo, quantos argumentos antagónicos esgrimimos. Em tempos idos, até tivemos as nossas desavenças, com silêncios extensos. Mas como todas as pessoas francas, acabámos por reconciliar aquilo que nem era verdadeira incompatibilidade.
No meu frágil entendimento da arte – de que a frequência das disciplinas dessa área, na Universidade, não me faz entendido –, teci os elogios possíveis a algumas peças/momentos da vasta obra do Zé Maria, e estou convencido de que estamos perante o mais importante criador de arte contemporânea, natural de Lagos. O tempo se encarregará de o confirmar.

Aqui fica o link para o blogue onde nos deixou alguns dos seus trabalhos em exposição.

Francisco Castelo – Agosto de 2011

.........................................................




Zé,
Tu não deixaste de existir, tu não desapareceste para sempre. Porque de ti fica tanto por cá. Nas tuas obras, nos teus amigos e, sobretudo, nele, que será muito do que tu eras. Ainda é jovem, mas fica entre amigos.
Partiste para longe, Zé, mas não desapareceste, apenas foste à frente. Voltaremos a ver-nos, Lá, onde quer que isso seja.
Com um abraço saudoso dos teus amigos.


4.8.2010

6 comentários:

Tatiana disse...

Um grande senhor, que tive o prazer de conhecer um pouco ao longo do tempo.
Hoje, estou sinceramente triste, um grande amigo, perdeu um grande pai. Que descanse em paz, que nós cá olharemos por ele!

David Oliveira disse...

Francisco
... e os AMIGOS fazem tanta falta.
Abraço
David Oliveira

rantamplan disse...

Adeus, Pássaro!

rantamplan disse...

http://www.youtube.com/watch?v=8jXrjXqrnig&feature=relmfu

Mário Soares Braga disse...

Passaram 6 anos mas ainda há quem se lembre de ti, continua a voar!

Mário Soares Braga disse...

Passaram 6 anos mas ainda há quem se lembre de ti, continua a voar!