Hélio José partiu para a eternidade


Foi com enorme pesar que, ontem (23 de Março de 2018), tomei conhecimento do falecimento do Hélio José, homem da Rádio e dos jornais, lacobrigense que viveu em África e regressou à sua terra natal nas condições em que regressaram milhões de outros portugueses de alma africana. Era um daqueles homens que nos servem de exemplo pela dignidade e honestidade que colocam em tudo o que fazem e naquilo que são. Não esquecerei o seu carácter de permanente questionador nem o seu sentido de humor, discreto e inteligente. Lagos, que tanto amava, perdeu mais um dos seus eternos defensores e admiradores. Deixa, na memória de quem o conheceu melhor, a recordação de uma pessoa honrada e exemplar. Um amigo. Que descanse em paz.

Hélio José, passando pela animação de rua da sua querida Lagos, num dia de Verão, em Agosto de 2015.

Hélio José, num Verão mais distante
 Hélio José, na Britaica, em 30 de Dezembro de 2003
Hélio José, em Abril de 2008, na Rua da Barroca
Uma das últimas fotos que fiz ao Hélio José, em Agosto de 2016




Enviar um comentário