Ó Mestre, as homilias da Sagrada Igreja de Blog incluem o tintol, certo?



Uma substância química encontrada no vinho tinto pode ajudar a manter o coração "geneticamente jovem"
Investigadores da Universidade de Wisconsin-Madison descobriram que o polifenol resveratrol parece capaz de parar as mudanças no funcionamento dos genes do coração associadas à idade. Os efeitos parecem imitar os obtidos com uma dieta baixa em calorias - conhecida por prolongar a vida. Acredita-se que o resveratrol, também encontrado em uvas e romãs, pode ser uma das causas para o chamado "paradoxo francês" – a relativa longevidade dos franceses apesar de sua dieta rica em gorduras animais, prejudiciais ao funcionamento das artérias. Outros estudos já indicaram que um copo de vinho tinto durante as refeições pode ajudar a combater problemas do coração. Os cientistas de Wisconsin pesquisaram os efeitos do resveratrol em ratos de "meia-idade", olhando para o impacto no funcionamento dos genes do coração. O processo natural de envelhecimento em seres humanos e outros animais é marcado por mudanças nas funções de milhares de genes do órgão. Apesar de as consequências exactas dessas mudanças não serem totalmente compreendidas, acredita-se que contribuam para o enfraquecimento gradual do coração.
Epa, aí vem uma procissão de sorridentes ratos de meia-idade .
;)

[dois minutos não tinham ainda passado...]
Mas uma pesquisadora do Imperial College, em Londres, que examinou os efeitos do resveratrol em doenças do pulmão, disse que a substância não fica no corpo tempo suficiente para ter qualquer efeito. "A molécula de resveratrol é rapidamente retirada da corrente sanguínea e metabolizada pelo fígado", disse Louise Connelly. "Para obter qualquer efeito, você teria de beber galões de vinho, o que não é recomendável", completou. Connelly disse que a única maneira de os seres humanos absorverem os efeitos do resveratrol seria o desenvolvimento de uma forma da substância que superasse esse problema.
TINHA QUE SER UMA GAJA A LIXAR ISTO!!! E abstémia, aposto.

5 comentários:

francisco disse...

mas a gaja é especialista de pulmão, não percebe nade de coração... e de vinho.

TheOldMan disse...

Mesmo que não seja verdade, Francisco de Blog, "polifenol" e "resveratrol" são compostos que rimam perfeitamente com "tintol"; o que apresenta uma razão no mínimo literária.

(esta é apenas a opinião de um sorridente "rato de meia idade")

;-)

The F Word disse...

"Uma rata (ainda não tão) de meia idade" também concorda com o Old Man.

E se a tal substãncia que absorve os efeitos do resveratrol fosse uma sandes de coiratos? Hem? Estava o assunto resolvido. :)

efe disse...

pois Mestre, do vasto vocabulário com terminação em "ol" só ligo mesmo é ao tintol. O resto é coisa foleirol tipo sorbitol, futebol, pentatol e lesma com casca.
;)

(além disso, tb estou de férias)

efe disse...

the f word: os coiratos já não são o que eram. é uma tristeza que um país outrora rico em coiratos agora só produza coirões.
mas enfim, lá temos que os roer.

;)