25 anos já se foram

Idêntica reflexão no vizinho Kruzes Kanhoto recordou-me a nota de vinte escudos que trago sempre na carteira. Foi a que fotografei e montei sobre as sardinhas numa evocação ao tempo em que com uma nota deste valor (hoje 10 cêntimos de euro), comprava uma dose de sardinhas em qualquer "mastro" dos Santos Populares. 

Eram outros tempos, e outras aguagens que davam diferente sabor às sardinhas, sendo certo que as papilas gustativas também eram mais jovens. Era o tempo em que não estávamos na Europa e, ao que parece, tínhamos deixado de estar no Mundo. Não sei onde estávamos, mas parece-me que estávamos melhor, ou não?! A vida é uma sucessão de ilusões. Sobretudo porque conta com inúmeros ilusionistas no activo (e no executivo).

2 comentários:

Anónimo disse...

Isto só vai lá com um milagre
e pedir não custa nada!
Talvez já conheça este
"Apelo a Santo António"
*
Ó meu rico Santo António
Meu santinho Milagreiro
Vê se levas o Zé Sócrates
P'ra junto do Sá Carneiro
*
Se puderes faz um esforço
Porque o caminho é penoso
Aproveita a viagem
E leva o Durão Barroso
*
Para que tudo corra bem
E porque a viagem entristece
Faz uma limpeza geral
E leva também o PS
*
Para que não fiquem a rir-se
Os senhores do PSD
Mete-os no mesmo carro
Juntamente com os do PCP
*
Porque a viagem é cara
E é preciso cultivar as hortas
Para rentabilizar o percurso
Não deixes cá o Paulo Portas
*
Para ficar tudo limpo
E purificar bem a cousa
Arranja um cantinho
E leva o Jerónimo de Sousa
*
Como estamos em democracia
Embora não pareça às vezes
Aproveita o transporte
E leva também o Menezes
*
Se puderes faz esse jeito
Em Maio, mês da maçã
A temperatura está a preceito
Não te esqueças do Louçã
*
Todos eles são matreiros
E vivem à base de golpes
Faz lá mais um favorzinho
E leva o Santana Lopes
*
Isto chegou a tal ponto
E vão as coisas tão mal
Que só varrendo esta gente
Se salvará Portugal
*******

Maria, Simplesmente disse...

Os versos do "Anonimo" já me tinham chegado por duas mensagens.
Mas aplaudo...
Notas de 20$00 tenho umas quatro, para recordação, sardinhas pelo preço daquele tempo não guardei... comi...
Mas fiquei com uma lembrança que me faz rir quando me lembro dela, e é de minha mãe, quando dizia, depois de na praça comprar peixe, fruta, legumes, pão e mais algumas coisas... "Como tudo está caro...! já gastei hoje 20$00 na praça!
Dá para rir...!
Boa semana
Maria