andamos todos fartos

António José Seguro: portugueses “estão fartos de fazerem sacrifícios sem ver resultados"

Andamos todos fartos. E não há coisa mais linda do que a fartura. Eu então, entre outras coisas ando farto de dizer que não se diz "estão fartos de fazerem." mas sim "fartos de fazer". A última vez que apontei este erro foi aos habitantes da cloaca máxima, uma tal mesa-redonda local. Agora faço-o, com algum pesar, a uma das figuras mais simpáticas e, talvez, honestas, do PS (credo, nunca imaginei dizer tal coisa - acho que vou ali lavar a boca com sabão azul-e-branco). A menos que seja erro de algum desses novos e incríveis jornalistas que nem escrever sabem, citando o político.


 

3 comentários:

David Oliveira disse...

Parece que não, a crer no apurado pela última sondagem. Trinta e tantos p.p. não estão fartos ou seja querem mais disto e destes.
Abraço
David Oliveira

francisco disse...

Entre clientes e sicários andam por aí, pelos 34%. Assim que a coisa der para o torto (torto para eles), metade dessa malta muda de fornecedor.

Anónimo disse...

Obrigado.