a sopa de barro

Tigela de argila para esculturas no quintal do Deodato

Geofagia – comer terra, principalmente solos com argila é algo que animais e pessoas fazem há milénios. Os povos da Mesopotâmia usavam a argila medicinalmente: cobriam ferimentos com emplastros de barro e comiam terra para tratar várias doenças, principalmente do foro intestinal. Uma explicação comum para o hábito de animais e pessoas ingerirem terra é que o solo contém minerais que mantêm a produção de energia e outros processos biológicos vitais. Por outro lado, comer argila é provavelmente uma forma de eliminar toxinas porque as moléculas de argila, carregadas negativamente, ligam-se facilmente às toxinas carregadas positivamente, evitando que as toxinas penetrem na corrente sanguínea. A desintoxicação pode explicar também porque alguns povos indígenas juntam argila às refeições de batatas e nozes de carvalho (alimentos amargos porque contêm pequenas quantidades de toxinas). Porém, ingerir argilas recolhidas directamente dos solos, sem um tratamento adequado, pode ser perigoso. Juntamente com minerais e materiais desintoxicantes podem existir bactérias, vírus, vermes parasitas ou percentagens perigosas de metais pesados. 
Enviar um comentário