Aberrações





Não nutro nenhum apreço por pessoas que dizem preferir os animais aos seus semelhantes humanos. Considero-os anormais. Gente mentalmente desequilibrada que toma o todo pela parte, julgando os demais a partir de algum episódio infeliz que tiveram na vida.
E já agora, se os gatos são animais domésticos porque é que os dos vizinhos andam no meu telhado e no meu quintal? Gatos gordos que nem porcos, parecendo, nas suas correrias, locomotivas desvairadas. Se são domésticos, fiquem em casa ou vão passear com os donos.

Raios partam os "amiguinhos" dos animais mais a sua manifesta incapacidade em se relacionarem com os seus semelhantes. Esses “merdas” que adoram cães e gatos de raças “apuradas” - que de naturais não têm nada -, não passam de gente demente.




1 comentário:

João José Horta Nobre disse...

Pois eu também gosto muito de animais, mas não se pode realmente cair na demência como certa gente e querer colocar os animais à frente das pessoas. Agora temos este novo grupo de maluquinhos em Portugal:

http://historiamaximus.blogspot.pt/2016/06/a-quem-interessa-o-movimento-pela.html