O Mundo acabou e eu não gosto de estar morto.



Estou ectoplásmico, tal como tudo o que me rodeia, o que é uma grande merda porque pensei que, morrendo, ficava assim como que uma imagem transparente de mim, esvoaçando por aqui e por aí, espreitando à vontade as gajas despindo-se, sem que elas dessem por isso.
Mas, afinal, não. Como o mundo acabou todo, por atacado, tipo liquidação total, ficou tudo no mesmo nível em que não se distingue ectoplasma de ectoplasma. Uma chatice, é o que é. Isto de estar morto é a mesma treta de estar vivo. Alguém sabe indicar-me o balcão das reclamações s.f.f.?

3 comentários:

TheOldMan disse...

O mais engraçado é que os tipos ainda lá têm o fim do mundo anunciado para 21, e não tiram nem adiam.

Se calhar o mundo acabou mesmo para eles. Tipo... Ou se suicidaram todos, ou veio uma terrina voadora e levou-os.

;-)

Maria, Simplesmente disse...

Espere pelas eleições e apresente depois a reclamação, porque agora não adianta nada.
Ninguém vai inaugurar um morto... não lhe parece?
Época morta, e falida ainda por cima...!
Espere... e reclame depois.
Seja paciente... apesar de não se inglês.
Sabe que a pequena que tem á porta de entrada é muito simpática?
O senhor é esperto...!

francisco disse...

Maria, é capaz de ter razão, mas também me parece que nem mesmo depois das eleições a coisa resulta. Acho que a mortandade vai ser maior, quer dizer é o tempo em que vamos verificar que já cá andávamos zombies.

Que pequena, que porta???

Esperto é o meu segundo nome, o primeiro é Chico ;)