derivas

Ao fim de meio século de vida sinto necessidade de deixar de andar nesta deriva espiritual e intelectual, e fundear em rocha firme. O problema é que não sou gajo de aceitar dogmas nem verdades absolutas, de engolir postulados ou de abraçar teorias metafísicas, como guias para a vida. A ver se encontro um clube que seja composto de matéria dúctil, fluído ou plasma etéreo, assente em substrato de pedra rija. Vocês sugerem alguma coisa?

5 comentários:

David Oliveira disse...

Se a encontrar faça o favor de me avisar. Experimento e pode ser que por lá assente.
Ainda assim permito-me sugerir (fui convocado para isso, presumo:
até ver o caminho faz-se precisamente com derivas, ajustamentos, afinações, ligeiras correcções. Em matemática dir-se-ia "derivar" - a 1ª, a 2ª derivadas, etc... (naquele ponto ou naquele intervalo); em naútica ou aeronaútica atende-se às derivas impostas pela natureza - corrigindo.
Nestas outras "coisas" a que se refere e que nós digerimos e expelimos nos blogs, convêem duas de duas opções:
1 - por princípio não ignoramos o que os outros possam suscitar e fazemos nós a derivação, e/ou
2 - se os outros nada suscitam porque não, corremos o risco a auto-propomo-nos a derivar.
Como diria um especialista em balística "é tiro a tiro que se afina o bacamarte" - mesmo no tempo da telemetria é corrigindo as variáveis exógenas que se efectuam as correcções à trajectória.
Abraço

Anónimo disse...

Olha vai para o mosteiro. O hábito de monge fica-te bem.

;-)

Anton

Abraço, palhaço.

francisco disse...

Caro David essas "derivadas", da matemática, são raparigas que não conheço, infelizmente. Correr o risco de propor-me a derivar? Ainda mais? A afinar o bacamarte tenho eu andado a vida inteira mas os tiros não saem certeiros como gostaria (risos). E as trajectórias saem cheias de curvas (o que nalguns casos até nem é razão de queixa). Bom, se eu encontrar o paraíso, aviso. Mando-lhe um postil pó Brasil.
Abraço.

francisco disse...

Anton, olha que estou a considerar a trupe beneditina, os gajos são mestres na arte dos licores.



1 Abraço, ó antropóide iconoclasta fisiogástrico esternohigrobiótico desaparecido

Daniel Amaral disse...

F A B U L O S O.